Câmara realiza sessão especial em homenagem ao Dia das Costureiras

A Câmara Municipal de Itapetinga realizou, nesta quarta-feira (25), uma sessão especial em homenagem ao Dia das Costureiras. A iniciativa foi do vereador Anderson da Nova (União).

Participaram da mesa solene o vice-prefeito Renan Pereira (União), Kátia Espinheira, representando o deputado federal Antônio Brito (PSD), a costureira Marizete Alves, o empresário Marcos Correia, a pastora Doralice Gonçalves e a senhora Mirartina Bonfim, representando as costureiras do município.

Na abertura da sessão, os jovens Ismaine e Saulo fizeram uma apresentação musical, representando o Ministério Som dos Montes.

Ao justificar a realização da sessão, o vereador Anderson da Nova destacou a importância da profissão das costureiras na sociedade. “É uma sessão especial, mas é uma sessão de esclarecimento, de direcionamento e de busca para que possamos fortalecer essas grandes guerreiras do dia a dia, que não só costuram roupas, mas geram emprego e renda diretamente no nosso comércio e precisam realmente desse apoio total do poder público, de políticas públicas. E esse é o nosso papel, o papel dessa Casa Legislativa”, explicou o parlamentar.

O palestrante da sessão, Marcos Correia, que também é advogado trabalhista e já militou na defesa dos direitos das costureiras, ressaltou que cerca de 80% dos profissionais da costura são do sexo feminino. Entretanto, por causa do machismo que ainda impera no mundo todo, a maior parte que se sobressai nesse segmento é formada por homens.

Marcos Correia chamou a atenção para a invisibilidade das costureiras que contrasta com a visibilidade da roupa. “E essa roupa que é um produto originário, que passa pelas mãos de todas essas profissionais costureiras, dessas nobres profissionais, de uma profissão rica, linda, valiosa e que muitas vezes passa despercebida”, comentou.

O empresário aproveitou para lembrar um pouco da história das costureiras. Ele contou que a primeira agulha que surgiu no mundo era feita de osso e a tesoura só veio surgir 700 anos antes de Cristo, mas as costureiras já existiam desde o início da humanidade.

“Esse ofício é realmente nobre e precisa de uma atenção especial do poder público e das empresas”, afirmou Marcos Correia ao falar sobre a importância da qualificação profissional.

Durante o evento, o vereador Anderson da Nova apresentou um vídeo com depoimentos de costureiras de Itapetinga.

Representando as costureiras do município e a Associação União das Costureiras, Mirartina Bonfim, conhecida como Miria, disse que a categoria realmente está precisando do apoio do poder público. “São muitas mulheres trabalhando diariamente. Precisamos preparar as meninas novas, mais jovens, porque é um serviço muito bom, uma profissão boa. Eu sustentei a minha família na máquina, costurando”, revelou.

Outra participante da mesa que salientou a importância do trabalho das costureiras para prover o sustento das famílias foi Kátia Espinheira. A ex-vice-prefeita de Itapetinga declarou que muitas dessas mulheres criaram os filhos sozinhas, sendo arrimo de família. “Cada roupa que vestimos nos remete a lembranças”, ponderou Kátia ao falar sobre o valor sentimental das roupas.

Já a pastora Doralice Gonçalves fez menção à Bíblia Sagrada e agradeceu a Deus pela vida de todos os profissionais da costura. Ela avaliou que, mais do que uma profissão, essa atividade é realizada por mãos talentosas, uma verdadeira arte exercida com a sabedoria dada por Deus.

A costureira Marizete Alves, que é esposa do vereador Anderson da Nova, também compartilhou informações sobre a sua história de vida e experiência profissional como costureira, marcada por desafios, dedicação e comprometimento.

As costureiras Mira e Marizete recebendo a Moção de Aplauso em homenagem aos profissionais de costura do município

Em seu discurso na sessão especial, o vice-prefeito Renan Pereira falou sobre a necessidade de se buscar melhorias para a profissão. “Nós temos hoje o Sebrae, nós temos a instituição financeira do Banco do Nordeste, que tem o Pronaf. Vocês podem se juntar tanto numa associação de 50, 100 pessoas, como podem fazer um empréstimo solidário”, sugeriu.

Os vereadores presentes parabenizaram a iniciativa do vereador Anderson da Nova e destacaram a importância do trabalho das costureiras e costureiros no município.

No final do evento, foi realizada a entrega da Moção de Aplauso e Congratulação Nº 028/22, de autoria do vereador Anderson da Nova, em homenagem aos profissionais de costura do município.

A sessão foi transmitida ao vivo pela Rádio Fascinação AM e pelo canal TV Câmara Itapetinga no YouTube. O vídeo fica disponível no canal para acesso e compartilhamento.

Fotos: Hebert Orrico