Sessão especial alusiva ao Setembro Amarelo apresenta projeto do Colégio Modelo sobre a prevenção ao suicídio

A Câmara Municipal de Itapetinga realizou, nessa quinta-feira (19), uma sessão especial alusiva ao Setembro Amarelo, campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio. De iniciativa da mesa diretora, o evento foi realizado em parceria com o Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, que desenvolve um projeto interdisciplinar voltado à valorização da vida.

Ao justificar a realização da sessão, a presidenta Naara Duarte falou sobre a importância de colocar o tema na pauta de discussão social. “Pautar este assunto é demonstrar, acima de tudo, respeito pela vida, amor ao próximo e compromisso com a saúde e bem-estar do nosso povo”, afirmou. Na oportunidade, parabenizou o Colégio Modelo por desenvolver um projeto interdisciplinar com essa temática e lembrou que a mesa diretora apresentou uma moção de congratulação pelos 20 anos da escola. O documento foi aprovado, por unanimidade, na sessão ordinária do último dia 4 de setembro.

Participaram da mesa de debates o pastor Odinei Ferreira, da Segunda Igreja Batista de Itapetinga; a advogada Marinete Almeida, representando o Centro Espírita Servos do Senhor; o coordenador do Núcleo Territorial de Educação (NTE-08), Alécio Chaves; a diretora do Colégio Modelo, Liliana Pereira; a professora Geane Lira; a coordenadora de saúde mental do município, Jádira Gomes, representando a Secretaria Municipal de Saúde; o presidente da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Itapetinga, Fabrício Moreira; a Subtenente Velânia Souza, representando a 8ª Companhia Independente da Polícia Militar da Bahia e o psicólogo Wildemberg Rodrigues.

Durante a apresentação do projeto, a professora Geane Lira e alunos do 3º ano do Colégio Modelo explicaram como as atividades são desenvolvidas. O projeto interdisciplinar enfoca a prevenção do suicídio e a valorização da vida, envolvendo diretamente seis turmas do 3º ano do Ensino Médio, que realizam pesquisas nas diversas áreas do conhecimento e apresentam os resultados obtidos para estudantes do 1º e 2º ano.

“A educação é um dos pilares capazes de transformar e mudar o mundo. É por meio dela que podemos mudar e melhorar nossa cidade, estado e até país; é o único caminho para emancipar o homem. Esse tem sido o objetivo propulsor do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães em Itapetinga nesses 20 anos de história”, ressaltou a professora. Sobre a prevenção do suicídio, ela destacou que o caminho é quebrar tabus, colocando em prática a frase da campanha Setembro Amarelo: falar é a melhor solução.

Outros componentes da mesa da sessão especial também reforçaram que a educação é uma medida fundamental na prevenção ao suicídio, um problema de saúde pública que está relacionado a doenças como a depressão. É preciso perder o medo de se falar sobre o assunto, compartilhar informações, estimular o diálogo entre as pessoas e promover a conscientização da população.

Hoje, 32 brasileiros se suicidam diariamente. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a prevenção é essencial para reverter essa situação, garantindo ajuda e atenção adequadas. Dado da OMS revela que nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas.